Relatório de Gestão e a Sustentabilidade
EMail

O Relatório de Gestão também aborda a questão da Sustentabilidade. Confira abaixo alguns trechos relacionados a sustentabilidade

“Nossas ações devem ter sustentabilidade legal. Durante o ano de 2014, continuamos a consolidar procedimentos e normas para ampliar um conjunto de ações destinadas a tornar transparente e melhorar a eficiência do uso dos recursos públicos.” (UFSC, 2014, p.9)

“A fim de integrar os princípios, os valores e as práticas do desenvolvimento sustentável em todos os aspectos da educação e da aprendizagem, com o fim de enfrentar os problemas sociais, econômicos, culturais e ambientais, além de colocar a sustentabilidade como um suporte na pesquisa, na formação e nos procedimentos administrativos interno, a UFSC elaborou em 2013 o seu Plano de Logística Sustentável (PLS), que ainda atende a Instrução Normativa nº 10/2012 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão” (UFSC, 2014 p. 183)

“Entre as ações já realizadas, a partir do PLS, pode-se elencar: (1) a formulação e execução de projetos institucionais (em andamento), a citar: “Topografia do Manguezal do Itacorubi”, “Inclusão de Critérios de sustentabilidade das compras e contratações da UFSC”, “Recuperação da Qualidade da Água dos Córregos do Campus Reitor João David Ferreira Lima”; “Programa de Controle e Monitoramento Hidrológico Campus UFSC em Joinville”; “Recuperação do Bosque do CFH por meio da implantação de Sistema Agroflorestal (SAF)”; “Gestão de Resíduos Químicos e Especiais da UFSC”; (2) o desenvolvimento de eventos relacionados a temática ambiental para a comunidade acadêmica e externa (Semana Campus Lixo Zero, Workshop de Redução de Metano, Seminário de Gestão Pública Sustentável etc); (3) a elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Universidade (PGRS) com previsão de término para junho de 2015; (4) o desenvolvimento de capacitação interna, visando introduzir e sensibilizar os servidores na temática ambiental; (5) implementação da coleta seletiva de pilhas e fiscalização efetiva dos contratos de resíduos; (6) melhorias no gerenciamentos dos resíduos químicos e hospitalares através da realização de novo certame; (7) Participação em Chamada Pública, da Celesc, para seleção de propostas em Eficiência Energética (8) Acompanhamento dos contratos de energia elétrica e das contratações por 184 demanda visando diminuir o consumo (9) Obtenção do Selo Verde A3P do Ministério do Meio Ambiente (MMA) .” (UFSC, 2014, p. 183)

“Atendimento do Decreto nº 7.746/2012: Para atender e incentivar a inclusão de critérios de sustentabilidade tanto nas compras como nas contratações da UFSC em junho de 2013 foi criado o Projeto Institucional “Inclusão de Critérios Socioambientais nas 321 Compras e Contratações da UFSC” cujos integrantes são servidores da Diretoria do Departamento de Compras, do setor de Gestão Ambiental, professores do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, funcionários interessados e bolsistas contratos pela Administração exclusivamente para esse fim. Esse projeto tem trabalhado na inclusão de critérios por grupo de compras, tendo em vista que na UFSC a grande maioria das compras é realizada de forma centralizada. Entre os grupos onde já foram incluídos critérios tem-se: “mobiliários”, “materiais de expediente”, “eletrônicos”, “sanitizantes”, “materiais agropecuários”, entre outros. Todos os Editais realizados de forma centralizada pelo Departamento de Compras passam por minuciosa análise da equipe do Projeto, que determina quais os critérios que são viáveis de serem solicitados para cada um dos grupos de compras. No decorrer de 2014 já foram realizados diversos editais com critérios se sustentabilidade que extrapolam a IN SLTI/MPOG 01/2010.” (UFSC, 2014, p. 320)

“Como síntese dos resultados obtidos até agora cabe citar: o aumento expressivo no número de Editais de compras sustentáveis; compras produtos com maior qualidade; conscientização dos servidores através de cursos; conscientização dos servidores dos setores estratégicos envolvidos com as compras; elaboração do Manual de Compras Sustentáveis; criação do site Compras Sustentáveis UFSC e divulgação dos critérios de sustentabilidade para os mais diversos setores da UFSC” (UFSC, 2014 p. 321)

“Sabe-se que para a incorporação cultura da sustentabilidade na Instituição, será mantida a constante divulgação, conforme já realizamos em 2014.” (UFSC, 2014 p.439)

“Por fim, é importante saber que a UFSC está trabalhando incessantemente na busca da sustentabilidade de suas compras e tem sido convidada por outras entidades públicas para apresentar o seu trabalho e ministrar workshops. Recentemente dois membros do projeto ministraram um curso de compras sustentáveis na UFFS. (UFSC, 2014 p.439)