Atenção à saúde no trabalho!

04/09/2017 10:57

Você sabe o que é “ergonomia”?

A palavra ergonomia vem do grego ergon, que significa “trabalho”, e nomos, que quer dizer “normas”. Atualmente, essa palavra é utilizada para descrever a ciência que estuda a relação entre o ser humano e seu ambiente laboral, ou seja, o local onde a pessoa realiza alguma tarefa ou atividade, bem como sua relação com os equipamentos de trabalho1,2,3.

Um grande número de pessoas passa boa parte da vida em seus ambientes de trabalho, sejam eles em escritórios, carros, lojas, ruas, etc., portanto, é importante haver certa preocupação com a qualidade dos locais de serviço oferecidos a esses indivíduos.

Sendo assim, os principais objetivos da ergonomia são: oferecer maior conforto para o trabalhador, evitar o aparecimento de lesões recorrentes da atividade laboral, bem como a ocorrência de acidentes de trabalho e pensar soluções para esses problemas, os quais influenciam diretamente na saúde, disposição, satisfação e produtividade dos indivíduos com relação ao trabalho3,4.

Os procedimentos ergonômicos, quando aplicados, contribuem para a redução do número de afastamentos e ausências, melhoria da qualidade de vida, valorização profissional e aumentos na produtividade5.

A norma regulamentadora nº 17, do Ministério do Trabalho e Emprego, regulamentada pela Portaria nº 3.214, de 08 de Junho de 1978, aprova parâmetros que proporcionam melhor qualidade das condições de trabalho de modo a garantir maior conforto e segurança ao trabalhador6.

O não cumprimento dessa norma pelo empregador poderá resultar em multa, bem como em processo perante a justiça do trabalho. No caso de não cumprimento pelo trabalhador, este estará sujeito às penalidades legais, podendo ser demitido por justa causa7.

Ergonomia na UFSC

Na UFSC, a Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (DAS/PRODEGESP/UFSC) é a responsável por “coordenar e acompanhar as ações de atenção à saúde e gerenciamento dos processos de trabalho nas questões que envolvem assistência suplementar, perícia oficial em saúde, promoção e vigilância em saúde”8.

Entre os anos de 2013 e 2015, o número de acidentes de trabalho na Universidade diminuiu. Dos acidentados, o maior número está entre os servidores técnico-administrativos8. No entanto, a UFSC precisa melhorar muito a ergonomia do trabalho.

Em 2016, quase metade dos afastamentos (48%) por doenças relatados foram devido a doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, como artroses, bursites, lesões do esforço repetitivo – LER, tendinites, doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho – DORT, etc8.

Outra causa de afastamentos por doenças que também é bastante importante inclui transtornos comportamentais e mentais (39% dos afastamentos), dentre os quais se destacam: estresse, depressão, psicoses, dependência química, etc8.

Tendo em vista esse número de casos, é preciso haver uma maior atenção com qualidade de vida dos trabalhadores da UFSC em seu ambiente de trabalho.

A UFSC se preocupa! Você sabia que na UFSC está acontecendo a prática de Ginástica Laboral? Todas as segundas, quartas e sextas, às 10h e às 16h no hall ou em frente à Reitoria I. Mais informações no Departamento de Atenção à Saúde (DAS), pelo telefone 3721-4278 ou pelo e-mail das.segesp@contato.ufsc.br .

Além disso, é importante colocar em prática algumas dicas para melhorar a saúde e a qualidade no trabalho4,5:

  • Mantenha a postura ao realizar qualquer atividade, seja puxar algo, pegar algo no chão ou ficar sentado em uma cadeira;
  • Trabalhe em ritmo razoável e faça pausas para alongamento;
  • Se você trabalha muito tempo sentado: certifique-se que sua cadeira tenha um encosto confortável e mantenha os pés no chão ou em algum suporte apropriado;
  • Se você trabalha muito tempo em frente ao computador: mantenha seu monitor entre 45 e 70 cm de distância e o tenha em sua linha de visão, mantenha o teclado alinhado aos cotovelos, desvie o olhar da tela frequentemente para outros ambientes, a fim de relaxar a visão e evite colocar força ao digitar;
  • Cuide da iluminação e da temperatura do ambiente, ajustando-as da melhor maneira para a atividade que está realizando;
  • A pressão sonora no ambiente de trabalho não deve ser maior que 65 dB, mas, caso seja, certifique-se de usar proteção auditiva;
  • Pratique exercícios regularmente, aumente sua resistência cardiovascular;
  • Mantenha uma alimentação saudável;
  • Pratique ginástica laboral!
  • Tenha momentos de lazer!

 

Fonte: Instituto Patrícia Lacombe

Referências

1SIDETECH. A importância da ergonomia no ambiente de trabalho. Disponível em <http://sidetech.com.br/index.php/ergonomia-no-ambiente-de-trabalho/> Acesso em 26 jun. 2017.

2ERGONOMIZE. Ergonomia. Disponível em <http://www.ergonomize.com/infos.asp?lang=pt_BR&codigo_texto=9> Acesso em 23 ago. 2017.

3BERNARDO, D.C.R.; NASCIMENTO, J.P.B.; SILVEIRA, P.R.; SOARES, K.G.R. O estudo da ergonomia e seus benefícios no ambiente de trabalho: uma pesquisa bibliográfica. 2012. Disponível em <http://www.iptan.edu.br/publicacoes/saberes_interdisciplinares/pdf/revista11/ESTUDO_ERGONOMIA.pdf> Acesso em 26 jun. 2017.

4WIXBLOG. Exercícios de Ergonomia Para Trazer Bem Estar No Trabalho. Disponível em <https://pt.wix.com/blog/2015/08/ergonomia-no-trabalho/> Acesso em 26 jun. 2017.

5INBEP. Ergonomia: Os benefícios que ela traz às organizações. Disponível em <http://blog.inbep.com.br/dicas-de-ergonomia-nas-empresas/> Acesso em 26 jun. 2017.

6GUIA TRABALHISTA. NR 17 – NORMA REGULAMENTADORA 17. Disponível em <http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr17.htm> Acesso em 26 jun. 2017.

7EMPRESA SEGURA E SAUDÁVEL. O que é a NR 17 sobre a ergonomia no ambiente de trabalho? Disponível em <http://blog.sst.com.br/o-que-e-a-nr-17-sobre-a-ergonomia-no-ambiente-de-trabalho/> Acesso em 27 jun. 2017.

8MINUTA PLS UFSC. Eixo Qualidade de Vida. 2016, pg 163. Disponível em <http://ufscsustentavel.ufsc.br/files/2017/04/MINUTA-Relat%C3%B3rio-PLS-2017.pdf> Acesso em 27 jun. 2017.